Linhas da ePiso têm elevado padrão de qualidade, com garantia de até dez anos. Entretanto, os cuidados na aplicação do revestimento são fundamentais para um resultado impecável.

ePiso

Os pisos vinílicos ePiso conquistaram os arquitetos, designers de interiores e seus clientes por reunir em um só revestimento benefícios como: conforto, beleza, praticidade, sustentabilidade, resistência, impermeabilidade; por ser antialérgico e antibacteriano, entre outros. As linhas são cerificadas de acordo com as normas ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental) e ISO 9001 (Sistema de Gestão de Qualidade),  que comprovam seu compromisso com o meio ambiente e o consumidor. Os produtos têm garantia de fabricação até dez anos.

Mas o resultado final também depende de dois fatores muito importantes: a instalação do produto e o uso da cola adequada e de boa qualidade. E isso não é exclusividade dos pisos vinílicos. Todo revestimento exige cuidados na sua aplicação. Entre eles, o mais importante é o nivelamento do contrapiso. Além de estar bem limpo, liso, seco, firme e sem rachaduras. “Vale lembrar que um grão de areia pode marcar o piso instalado. Se não estiver totalmente nivelado, vão aparecer altos e baixos”, destaca Ilan Tiktin, diretor da ePiso.

Antes de instalar, aplica-se sobre o contrapiso uma massa niveladora feita de uma mistura de cimento e cola PVA. Esta regularização também deve ser feita caso o piso vinílico venha a ser instalado sobre outro revestimento, como uma cerâmica, por exemplo. Neste caso, os rejuntes precisam ser nivelados. Se a cerâmica ou o porcelanato forem do tipo brilhante, antes da massa niveladora deve ser usado um primer para melhorar a aderência à base. No caso de uma base de cimento queimado, muito lisa, na etapa inicial do serviço será necessário picotar o chão para a massa niveladora aderir.

Outro importante cuidado é verificar a existência de umidade no contrapiso e, caso necessário, impermeabilizar o local.

Um fator que deve ser considerado é a escolha da cola adequada para esse tipo de revestimento. Há basicamente dois tipos de adesivos que são utilizados na colagem de pisos vinílicos:

– Adesivos base borracha: feitos com solventes, são também chamados “adesivos de contato” pois devem ser aplicados em ambos os substratos a serem colados e emitem vapores nocivos ao secar.

– Adesivos base acrílico: feitos com água, são mais modernos e não emitem vapores nocivos ao secar. Podem ser utilizados passando o adesivo somente no contra piso e, após secar, deve ser prensado o piso contra o adesivo.

Com todos os cuidados com o contrapiso, um instalador treinado pode aplicar de 50 a 60 metros quadrados em um único dia. A manutenção também é muito prática, basta passar um pano úmido e pronto, o piso vinílico ePiso estará novo.

Serviço:
ePiso
(21) 2225-6277
episo.com.br