Skip to main content

Volta definitiva dos cobogós na decoração

Criados na década de 1920, os elementos vazados voltaram a fazer parte dos projetos de arquitetos por serem revestimentos decorativos, econômicos e de fácil instalação.

Manufatti

Cobogó Trevo da Manufatti

Os cobogós destacam-se pelos efeitos que proporcionam aos ambientes, permitindo principalmente a divisão dos espaços com entrada de luz e ventilação. Leia+Mais→

Cobogós assinados por Calu Fontes

Utilizados em fachadas ou para dividir ambientes, os cobogós voltam com tudo na decoração.

Decortiles

Criado em Pernambuco, em 1929, porém popularizado na década de 1950, o revestimento surgiu com a função de possibilitar a luminosidade no interior da casa. Na arquitetura contemporânea, o componente é visto como um item de decoração que brinca com luzes e sombras, além de possuir uma diversidade de modelos, estampas e cores. Leia+Mais→

Cobogós na decoração de interiores

Os cobogós estão voltando com tudo. Esse elemento decorativo, criado no Brasil, dá charme e beleza aos diferentes ambientes da casa e pode ajudar a deixar os espaços mais frescos e bem iluminados.

Como são elementos vazados, os cobogós sempre foram utilizados com o intuito de melhorar a circulação de ar dentro das casas. Em um país quente como o Brasil, ter um revestimento que ajuda a decorar e ainda torna a casa menos quente é realmente muito vantajoso. Leia+Mais→

Os cobogós voltaram com tudo !

XHARA C&C: LINDOS COBOGÓS PARA A DECORAÇÃO .

Opções da Cerâmica Martins, encontradas na Xhara C&C

Criado no nordeste brasileiro na década de 1920 pelos engenheiros Amadeu Oliveira Coimbra, Ernesto August Boeckmann e Antonio Góis, o Cobogó permite a entrada de ar e de luz, ótima opção para uso em locais quentes, como o caso das residências do nordeste Brasileiro. Hoje, além desse fim, os elementos vazados dão um toque especial à decoração. Leia+Mais→

Scroll Up